Portal dos Empresários

Sabado, 15 de Junho de 2024

Notícias/Política

Nota de repúdio à manifestação do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva sobre o trabalho dos empresários

Ele afirmou que o “empresário brasileiro não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou; ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”.

Nota de repúdio à manifestação do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva sobre o trabalho dos empresários
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A ACIA – Associação Comercial e Industrial de Araraquara, através do seu presidente José Janone Junior, subscreve a Nota de Repúdio da União Nacional das Entidades do Comércio e Serviços (UNECS), que repudia a fala do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, que afirmou que o “empresário brasileiro não ganha muito dinheiro porque ele trabalhou; ele ganha muito dinheiro porque os trabalhadores dele trabalharam”.

A menção se deu durante entrevista para o canal por assinatura GloboNews, em 18 de janeiro de 2023. Ao congregar as maiores representantes organizadas e de livre adesão do setor, a UNECS valoriza enormemente o árduo trabalho da classe empresarial brasileira como um todo, independente do porte ou do número de funcionários de cada estabelecimento, uma vez que, dos empreendedores individuais às grandes organizações, o empresariado representa robusta força institucional e contribui sobremaneira para o fortalecimento da livre iniciativa e para a construção de um país mais justo e próspero.

Assim, entendemos que a fala do presidente da República demonstra preconceito e desconhecimento sobre a importância do empresariado brasileiro. Mais do que isso, instiga o conflito nas relações entre patrões e empregados, em um contexto no qual a cooperação é fundamental para o sucesso de todas as partes.

Leia Também:

A UNECS está verdadeiramente empenhada para o estabelecimento de uma excelente relação com o novo governo, mas não pode admitir que o esforço e o trabalho de cada empresário brasileiro não seja reconhecido em sua integralidade.

Trabalhamos arduamente em favor do desenvolvimento deste país e contribuímos significativamente pela geração de emprego e de renda tão necessários sobretudo no período pós-pandemia. Entretanto, a UNECS acredita que não é possível admitir que o principal líder do país, estimule a desavença e a desarmonia entre empregados e patrões. Ao contrário, de um governo eleito e com uma proposta de diálogo, espera-se que questões tão fundamentais como essas não sejam generalizadas, mas que sejam tratadas como se deve – em mesas de negociação.

Subscrevem esse documento os presidentes das entidades que integram o Instituto UNECS: José César da Costa, Presidente UNECS e da CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas; Leonardo Miguel Severini, Presidente da ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores; João Carlos Galassi, Presidente da ABRAS – Associação Brasileira de Supermercados; Paulo Solmucci, Presidente da ABRASEL – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes; Paulo Eduardo Guimarães, Presidente da AFRAC – Associação Brasileira de Automação para o Comércio; Alfredo Cotait Neto, Presidente da CACB – Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil; Geraldo Defalco, Presidente da ANAMACO – Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção; José Janone Junior, presidente da ACIA – Associação Comercial e Industrial de Araraquara.

Comentários:

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Associação Comercial e Industrial de Araraquara no seu app favorito de mensagens.

Entrar
King Pizzaria & Choperia

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!